Primeiras Impressões: Nanatsu no Taizai

nanatsu

Nanatsu no Taizai já começa exagerado, assim como seu antecessor, Kongou Banchou, porem tais exageros parecem mais palpáveis, pois agora estamos em um mundo fantasioso é sem limites, onde tudo, aparentemente, e possível.

Sim galera, eu falo do novo battle shounen de Nakaba Suzuki, um famoso autor que não recebe sua devida atenção no ocidente. O cara já emplacou 3 grandes sucessos, cada um deles com temas diferentes, e parece que mais um esta por vir.

Nanatsu_no_Taizai08_20-21_RHN

O inicio do manga nos mostra o jovem Meliodas, que apesar da aparência é alcoólatra e dono de um bar chamado boar hat, que e rico em bebidas de varias regiões, mas possui uma comida asquerosa. O Bar e nomeado a partir de Hork, a porca falante que seque nosso herói dando constantes sermões.

Mas então do nada um cavaleiro errante surge a porta do bar espantando todos balbuciando palavras sem sentido, somente para no momento seguinte cair sobre o chão de maneira tão súbita que a força do impacto faz seu elmo se soltar revelando uma bela donzela adormecida.

Nanatsu_no_Taizai01_04_RHN

Esta é Elizabeth, a princesa do reino, que após um golpe de estado teve de abandonar o castelo, assim partindo sozinha em busca da ajuda dos 7 pecados mortais, para que estes possam ajuda-la a derrotar os cavaleiros sagrados do império da Britânica.

Os 7 são cavaleiros ditos como os mais cruéis, e aparentemente foram os responsáveis pela morte do grande cavaleiro sagrado. Porem eles são os únicos que tem força suficiente para enfrentar o reino já que cada cavaleiro sagrado possui força suficiente para destruir um exercito sozinho.

Nanatsu_no_Taizai01_34_RHN

Por sorte Meliodas é um dos pecados, o cavaleiro da ira, que é representado pelo símbolo do Oroborus. E assim começa a aventura deles em busca dos 7 pecados mortais.

No caminho outros personagens importantes aparecem, como a gigante Diane, o cavaleiro sagrado Gilthunder e o malicioso Ban. Isso que muitos outros personagens ainda estão na fila para serem apresentados.

Nanatsu_no_Taizai14_15_RHN

Os personagens são muito cativantes, e cenas de impacto é o que não falta. Em pouquíssimos capítulos já tivemos ótimos plot twists e as lutas foram sempre rápidas e diretas, porem dando uma empolgação contagiante.

Outro destaque da serie são as cenas de ecchi leve, porem muito bem utilizadas, que fazem o manga ter um ar muito bom de comedia para quebrar o clima tenso, pois ao contrario dos milhares de shounens light heart que estão no mercado este já apresenta mortes desde do inicio, alternando constantemente o clima da historia.

Nanatsu_no_Taizai01_15_RHN

Se em Kongou o autor tenta mostrar que ainda e possível fazer sucesso com características de mangas antigos, em Nanatsu ele parece buscar o contrario e mostra como fazer um bom manga com elementos modernos, ou assim espero que seja, pois esta obra ainda tem um grande caminho pela frente.

Anúncios

Sobre Zigfrid

Administrador e redator do blog Mangatom. Viciado em games, amante incondicional de quadrinhos e cinéfilo enrustido.

Publicado em 29/01/2013, em Primeiras Impressões e marcado como , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: