On the Nanquim – Hellboy: Sementes da Destruição

hellboy

Antes de tudo gostaria de falar um pouco com você, seres invisíveis de Green Bit.

Sei que o foco principal do blog é tentar trazer resenhas sobre mangas e comics menos conhecidos, apesar deu muitas vezes falhar ao abrir colunas como a do Atom Weekly ou mesmo comentar obras que estão em destaque na mídia, como foi o caso de Terra Formars, por exemplo.

Imagem aleatória que achei massa =x

Imagem aleatória que achei massa =x

Obvio que se eu comento a obra aqui tem uma justificativa, por mais conhecida que esta seja, e é exatamente neste ponto que entra Hellboy. Porque eu estou aqui a escrever sobre uma das series mais famosas dos quadrinhos, provavelmente a mais conhecida da Dark Horse, que já chegou até mesmo a ganhar 2 adaptações para o cinema e alguns cartoon?

Apesar da imagem não pretendo ofender ninguém no texto. Meramente ilustrativa

Apesar da imagem não pretendo ofender ninguém no texto. Meramente ilustrativa

Simples, o “buscando novas mídias” tem como objetivo trazer até os otakus quadrinhos de outros países, por mais famosos que sejam, pois queira ou não existe um puta preconceito em cima disso e eu quero tentar eliminar isso o máximo possível resenhando sobre HQs que eu acredito que possam vir a chamar atenção deste público “tão exigente”.

Hellboy, A Serie 

Pra quem não conhece muito sobre o demônio vermelho da mão de pedra, Hellboy é uma história em quadrinhos cujo arco principal e dividido em diversas minisséries, um caso similar ao de Jojo: Bizarre Adventures no Japão.

Click para ampliar. Muito foda essa img.

Click para ampliar. Muito foda essa img.

Porem como é de costume em quadrinhos deve se ler outros títulos para entender a historia por completo, com o diferencial de ter a participação de seu criador original em todas as obras seguintes, assim se assemelhando mais aos mangas.

Com este texto irei fazer uma leve introdução a este sombrio mundo criado por Mike Mignola ao mesmo tempo que tento apresentar uma obra que considero fundamental para essa transformação de um mero otaku para um amante da “literatura em quadros”.

Filme animado Hellboy: Blood & Iron

Filme animado Hellboy: Blood & Iron

Hellboy: Sementes da Destruição será a minissérie abordada. Ela e uma história fechada que possui apenas 4 capítulos, o que deverá ser moleza até mesmo para os leitores mais preguiçosos. Para quem quiser acompanhar a serie no final do texto estarei dando mais informações de como fazer a leitura.

Hellboy: Sementes da Destruição

Sementes da destruição conta a história que deu origem ao filme, que infelizmente não tem muito a ver com o original pra variar. Porem devo ressaltar que não o considero um filme ruim e ate recomendo que assistam.

A história começa em 1944, em plena guerra mundial, quando 2 grupos distintos em localidades diferentes do globo se reúnem devido a um chamado do sobrenatural, porem por motivos completamente diferentes.

Hellboy - Seed of Destruction 001 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_1_TheGroup_004

O grupo americano, formado em sua maioria por soldados, se reúne na Inglaterra a pedido de 3 estudiosos que acreditam estar prestes a acontecer um evento que irá mudar para sempre o mundo como o conhecemos. Porém não se sabe ao certo o que vai ocorrer.

O outro grupo, formado por soldados e pesquisadores nazistas, se reúne na Escócia, como manda o misterioso sacerdote que lidera o grupo. Tudo isso faz parte do projeto Ragna Rok, que tem como objetivo enviar uma arma de destruição em massa para os inimigos da Alemanha.

Hellboy - Seed of Destruction 001 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_1_TheGroup_006

Obviamente não era uma arma, mas sim um demônio que estava prestes a nascer. Com a ajuda de maquinas que não deveriam existir na época e palavras de cunho satânico o misterioso sacerdote executa o Ritual, que na verdade deveria dar início ao fim do mundo, como o nome sugere.

Infelizmente (ou felizmente), o pequeno demônio nasce na Escócia, bem no meio do grupo de paranormais. Anos se passam, Hellboy já se tornara adulto e recebera treinamento do Tocha da Liberdade, um herói patriótico da Dark Horse.

Hellboy - Seed of Destruction 001 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_1_TheGroup_010

Não e necessário ler a respeito do Tocha pois em Hellboy ele e apenas um personagem secundário que so aparece brevemente na obra. Porem se sentir interesse basta ir atrás de Danger Unlimited.

Após esse time skip nada e explicado a fundo. O restante será falado aos poucos, porém sem muitos detalhes, ao decorrer desta minissérie. Tal fator contribui para o mistério da obra, já que os próprios personagens fazem parte deste, assim dando mais vontade de acompanhar o legado destes heróis.

Agora entrando na historia em si, após uma viagem ao topo da Terra Trevor Bruttenholm volta chocado e em um estado deplorável, como se sua alma tivesse sido arrancada. Mesmo assim ele tenta explicar ao Hellboy o que havia visto em sua viagem.

Hellboy - Seed of Destruction 001 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_1_TheGroup_014

A conversa não dura muito pois Trevor e assassinado por um tipo de monstro anfíbio, assim levando HB em uma viagem em busca não so de vingança, mas principalmente de respostas. Tudo isso ao lado de Abe Sapien e Elizabeth Sherman, membros com poderes paranormais da B.P.R.D.

As pistas os levam a uma misteriosa mansão mergulhada em um passado antigo e amaldiçoado, que por alguma razão está ligada também ao passado de Hellboy.

Hellboy - Seed of Destruction 002 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_2_TheGroup_003

A arte por traz de Hellboy

Com um traço diferente que alterna entre silhuetas e rostos detalhados, o autor nos leva a um mundo repleto de escuridão ao destacar as sombras em seus desenhos, que por sua vez são o contorno da obra como um todo.

Hellboy - Seed of Destruction 001 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_1_TheGroup_018

Mas o que nos prende a obra e a faz tão divina e sua narrativa diferenciada trocando balões por quadros de textos quase poéticos que descrevem com clareza e emoção os acontecimentos da cena, assim como as passagens na mente dos personagens, dando ao comic um ar de livro.

Hellboy - Seed of Destruction 003 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_3_TheGroup_010

(Preciso comprar alguns livros para melhorar essa parte =P)

Um pouco sobre o autor

mignola_lg

Mike (Michael) Mignola nasceu dia 16 de Setembro, em 1960, na cidade Berkeley, Califórnia, próximo a Oakland. Sua fascinação por fantasmas e monstros começou cedo e ao ler Dracula, quando tinha aproximadamente 13, foi introduzido a literatura e ao folclore da era victoriana, do qual jamais se recuperou.

dracula-cover

Em 1982, em busca de uma maneira de ganhar a vida desenhando monstros, se mudou para Nova York e passou a trabalhar para a Marvel. Primeiro trabalho como arte-finalista e em seguida como artista em obras como Rocket Raccon, Alpha Flight e O Hulk. No final dos anos 80 ele desenvolveu sua marca registrada (Linhas finas, formas desajeitadas e muito preto) e seguiu para projetos de maior visibilidade como Cosmic Odyssey (1998) e Gothan, por Gaslight (1989) para a DC, e o não tão comercial Fafhrd e o Caçador de Ratos Cinzas (1990) para a Marvel. Em 1992 ele ilustrou uma adaptação do filme Dracula de Bram Stoker para a Topps Comics.

Rocket Raccoon e Groot

Rocket Raccoon e Groot

Em 1993 Mike foi para a Dark Horse onde criou Hellboy, um demônio detetive sobrenatural. Apesar da primeira história do arco principal (Sementes da Destruição) ter sido escrita em coautoria com John Byrne, Mike continuou a escrever o restante da série sozinho. Até o momento existem 13 coleções de graphic novels, vários spin-offs (B.P.R.D, Lobster Johnson, Abe Sapien e Witchfider), 3 antologias de histórias em prosa, vários livros, 2 filmes de animação e 2 filmes live-action. Hellboy já recebeu vários prêmios da indústria dos quadrinhos nos mais diversos países.

Hellboy - Seed of Destruction 002 (2011 Edition) (digital-TheGroup).cbr-HellboySOD_2_TheGroup_024

Mike também criou o premiado quadrinho O Incrível Cabeça de Parafuso e escreveu em coautoria dois romances (Baltimore e Joe Golem e a Cidade que se Afoga) com o autor de best-sellers Christopher Golden.

2986200-01

Mike considera O Magico e a Cobra o melhor quadrinho que já fez apesar da história escrita e desenhada por ele ter sido criada por sua filha Katie aos 6 anos. Essa história garantiu aos dois o prêmio Eisner de melhor curta.

fordytmignolashort

Mike também trabalhou com Francis Ford Coppola em seu filme Dracula de Bram Stoker (1992), foi um designer de produção para o filme Disney Atlantis: O Reino Perdido (2001), criou o visual de Mr Freeze para o desenho Batman: The Animated Series (1992) a pedido de Bruce Timm, além de vários outros personagens para Batman do Furuto (1999)  e foi consultor visual para o diretor Guillermo del Toro em Blade II (2002), Hellboy (2004) e Hellboy 2: O Exercito Dourado (2008).

Ron Perlman como Hellboy

Ron Perlman como Hellboy

OBS: Eu apenas traduzi os nomes, não tenho certeza de que foram publicados no Brasil com esses títulos e muito menos se já foram publicados.

Para ver os prêmios do autor: http://www.comicvine.com/mike-mignola/4040-1672/

Texto traduzido de: http://www.artofmikemignola.com/Bio

Bonus

Para quem quiser ir mais a fundo na leitura eu fiz uma pequena lista que serve como guia. Não tenho certeza se está tudo correto mas até o momento não tive problemas em minhas jornadas por este sombrio mundo criado por Mike Mignola.

http://www.comicvine.com/profile/lafeier/lists/hellboy-reading-order/45601

Foto de uma sala de algum colecionador com muitas coisas fodas de Hellboy...seila, coloquei no post por colocar

Foto de uma sala de algum colecionador com muitas coisas fodas de Hellboy…seila, coloquei no post por colocar

Para quem quiser comprar Hellboy ele teve as edições históricas lançadas pela editora Mythos, a responsável por lançar Tex, Zagor e Conan, e mais recentemente começou a lançar a revista do Juiz Dredd.

hellboy.jpg

Anúncios

Sobre Zigfrid

Administrador e redator do blog Mangatom. Viciado em games, amante incondicional de quadrinhos e cinéfilo enrustido.

Publicado em 30/06/2013, em Buscando Novas Mídias, On the Nanquim e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: