On the Nanquim: Paper Girls

paper_girl

Em uma madrugada depois do Dias das Bruxas de 1988, quatro garotas de 12 anos tem sua rotina de entregadoras de jornais transformadas em uma alucinante aventura com diversos mistérios sobrenaturais que trazem nostalgia, nos lembrando do primeiro emprego e os últimos dias da infância.

20725370._SX540_

Em 2012, o roteirista Brian K. Vaughan e a artista Fiona Staples se uniram para criar o quadrinho que recebe prêmios até hoje, Saga, o qual já fizemos uma resenha, e que pode ser vista clicando aqui. Com ele descobrimos o enorme talento de Voughan no desenvolvimento dos seus personagens, principalmente em seus diálogos. Sendo assim, criou-se um “hype” para seu novo quadrinho em 2016, Paper Girls, uma nova parceria com o renomado artista Cliff Chiang, que fez um belíssimo trabalho para a DC Comics na revista solo da Mulher-Maravilha, além das cores impactantes do Matt Wilson, que cria uma atmosfera perfeita para a obra.

Screen-Shot-2015-11-06-at-2.25.36-PM-856x600

Nos anos 80 e 90, filmes sobre a nostalgia da infância estavam em alta, e assim meio que surgiu uma espécie de subgênero  intitulado “estilo Steven Spielberg dos anos 80”, o qual ganhou um enorme destaque recentemente com o sucesso da série da Netflix, Stranger Things. Um enredo que geralmente começa com um grupo de garotos que nós trazem diversas lembranças da infância, e principalmente de antigas amizades. Porém, Paper Girls traz um grupo de garotas, algo que pouco foi explorado nessas obras. Um ponto especial sobre a representatividade feminina nos quadrinhos, rotineiro durante as obras de Voughan, que estabelece inúmeras críticas sociais que são expostas de forma natural durante os capítulos.

IqB1rkd

A história tem como foco quatro garotas, entre 12 e 13 anos, durante o seu primeiro emprego como entregadoras de jornais em um bairro do subúrbio. Durante a madrugada após o Halloween elas continuam com sua a típica rotina. No entanto, umas das personagens, Erin, novata na entrega de jornais, ainda não sabe o perigo de se entregar durante a madrugada das bruxas, e acaba encontrando três garotos fantasiados, que tentam roubá-la, mas depois aparece as outras personagens Mac, Tiff e KJ, que ajudam a proteger a novata. Assim a história parte para uma aventura com diversos temas como viagem no tempo, drama suburbano, ocorrências sobrenaturais, etc.

la-et-hc-paper-girls-comic-23

O primeiro volume da obra elabora uma história cheia de mistérios, que possivelmente iremos ter um desenvolvimento em futuras edições. Portanto, o volume estabelece mais as personalidades de cada personagem, porém ainda não tão a fundo, fazendo desse elemento de descoberta parte da interação entre elas, e portanto mostrando como as quatro entregadoras são diferentes entre si durante seus diálogos. Outra tarefa importante do primeiro volume é a introdução dos futuros elementos que estão por vir. O que me deixou confuso durante a leitura, e portanto espero que sejam resolvidas nos próximos volumes.

E falando em pontos fundamentais, a arte é um se destaca na obra, onde Cliff Chiang consegue se curvar totalmente a narrativa de Voughan, além de elevar a personalidade de cada personagem. Ponto muito bem estabelecida nos diálogos, repletos de expressões que ajudam dar ainda mais ênfase nas personagens.

A Devir desta vez optou por um formato mais barato do que costuma trazer para as obras da Image Comics, e mesmo não sendo capa dura, se mostrou um excelente material, principalmente pelo seu preço mais acessível, o que favorece na hora de completar a coleção dos futuros volumes da obra, os quais realmente espero que cheguem ao Brasil.

paper-girls-these-guys

Portanto, o quadrinho é mais um da incrível leva de histórias que a Image Comics vem produzindo nos últimos anos. Se procura uma aventura criativa com um toque de nostalgia, mas que vá além, trazendo novos elementos, Paper Girls é para você! Excelente material.

Anúncios

Sobre Kleiton Tariga

Estudante de História, viciado em WoW e colecionador de gibizinho.

Publicado em 09/04/2017, em On the Nanquim, Uncategorized e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: