Arquivos do Blog

Primeiras Impressões: Calexit

calexit

Antes de iniciarmos o review propriamente dito vale entrar em mais detalhes sobre o título da obra, Calexit, e explicar um pouco do contexto sobe o qual essa ficção especulativa foi construída. Lembrando que como crítico e não cidadão estadunidense eu faço esse texto com o intuito de julgar apenas a obra e não me posiciono de forma política. Por isso peço que evitem discussões fervorosas sobre o tema nos comentários.

Calexit é um dos muitos nomes populares dados a Yes California Independence Campaign, ou “SIM. Campanha por uma Califórnia Independente. ” Uma campanha que visa a secessão, ou separação se preferir, do estado da Califórnia do restante da região estadunidense. O nome original “Yes” vem do movimento “Yes Scotland” que visa a separação da Escócia do Reino Unido, enquanto o popular “Calexit” é derivado do mais conhecido “Brexit”, o qual separou o Reino Unido da União Europeia. Leia o resto deste post

Indie-A-tom: Kung Fury Street Rage – Hype, hype, hype!

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Se existe algo mais exagerado no mundo dos curtas, eu não sei. Mas tenho certeza de que Kung Fury e um ótimo candidato para melhor comedia nonsense de ação. Um policial fodão combatendo nazis chega nem perto de descrever o quão épico é a porra toda. Leia o resto deste post

Indie-A-tom: Mr Shift – Ação desenfreada!

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Quando eu era menor os super-heróis eram uma constante na minha vida. Vi muito feira da fruta, flash e mulher-maravilha ao lado de meu pai. Curti as manhãs recheadas de Hanna-Barbera, com Quarteto Fantástico e Homem Elástico, e posteriormente me vi num hype atrás do outro pelo próximo episódio de X-Men e Homem-Aranha. Leia o resto deste post

Resenha: Dragon Head

Dragon Head

Esse é um daqueles títulos em que fico realmente sem saber se recomendo ou não, mesmo tendo gostado. Pois a conclusão e as reviravoltas contidas na obra são daquelas que vão cair no gosto de uns e serem odiadas eternamente por outros, fora alguns fatores que simplesmente devem afastar leitores independentemente do entusiasmo. Leia o resto deste post

On the Nanquim: The Hype – O poder da música!

hype

THE HYPE IS REAL!

Não existe frase mais apropriada para iniciar um texto sobre o último trabalho de Marcel Ibaldo e Max Andrade. Certamente uma brincadeira com o título, porem que não engana e apresenta de cara meu sentimento pela obra, se é que podemos chamar assim. Leia o resto deste post

Os Melhores Jogos Indie de 2016

E ae galera, Zigfrid na área, e dessa vez com o TOP INDIE 2016!

Para muitos o ano se resumiu a tretas políticas, terrorismo, desastres e ser xingado por não passar na escola, o que é muito pior que tudo isso. Brincadeiras à parte, eu sempre detestei essas retrospectivas, que parecem ditar que so acontece merda na vida.

Para mim o ano de 2016 se resumiu a fortalecer vínculo com editoras e autores, poder participar de alguns dos eventos mais legais do país e criar este canal, assim adentrando o mundo dos YouTuber, e mais do que isso, conhecendo títulos independentes fantásticos.

Pois bem, então vamos listar esses jogos, por que não? Leia o resto deste post

Picnik e Quadrinhos

picnik

Quem olha esse título no mínimo fica curioso, ainda mais se não for de Brasília é entorno, e logo começa a imaginar coisas como uma toalha estirada na grama, uma cesta de guloseimas e uma pilha de HQs para passar o dia na natureza sem deixar de lado o hobby.

Algo que sem dúvida é atrativo, e que um dia tenho de me pôr a experimentar, mas passa longe do real tema deste texto. Existe sim um amplo local aberto, e se quiser pode levar comida e se aconchegar na grama, apesar de ser preferível conhecer os diversos food trucks do evento e com certeza você não terá paz e sossego para ler ao som da música que contagia o festival. Leia o resto deste post

Indie-A-tom: The Final Station – Maquinista do Apocalipse!

Neste vídeo falamos de The Final Station, um game de ação e sobrevivência num mundo pós-apocalíptico, infestado por criaturas negras como piche, cujo único meio de transporte são as rodovias.

Mais informações na descrição do vídeo.

AtomCast: Evolução dos Zumbis

zumbiiiis

Logo provisório


Neste primeiro episódio Zigfrid (Raphael Gama), Lucas Sancarmo e Huldson Richard conversão sobre os zumbis pelas eras, de 2100 AC até os dias atuais, passando por mitologia, literatura, quadrinhos, jogos e cinema.

Quer bater um papo com a gente, enviar pautas, sugestões de leitura ou um feedback bacana? então envia um e-mail pra gente! Se juntar uma boa quantidade podemos até fazer um caixa postal e responder durante o programa. ^^

blogmangatom@gmail.com

Baixar o podcast: Mega

Listas com o que mencionamos no podcast. (em construção)

Filmes

Indie-A-tom: RIVE

Neste vídeo falamos de RIVE, um platform shooter extremamente hardcore que não deixa a desejar a nenhum bullet hell.