Arquivos do Blog

Cego de amor

Conforme o rol de experiências a pôr na página termina, esforço-me para imaginar uma cena. As palavras vem difíceis, e mais parece que exponho meu cérebro e o empalo uma espada do que propriamente escrevo.  Leia o resto deste post

Intermitência intermitente

intermitencia

— Alô. Sofrimento?
— Não. Ligou errado. Aqui quem fala é a Inspiração.  Leia o resto deste post

Dai 05 – Uma grande historia de amor

dia-05 Leia o resto deste post