Arquivos do Blog

Indie-A-tom: Mr Shift – Ação desenfreada!

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Quando eu era menor os super-heróis eram uma constante na minha vida. Vi muito feira da fruta, flash e mulher-maravilha ao lado de meu pai. Curti as manhãs recheadas de Hanna-Barbera, com Quarteto Fantástico e Homem Elástico, e posteriormente me vi num hype atrás do outro pelo próximo episódio de X-Men e Homem-Aranha. Leia o resto deste post

Entrevista: Hungry Bear (Indie Dev)

Entrevistamos a galera da Hungry Bear, um grupo de desenvolvedores indie por traz dos títulos Dogurai, Rat Trap e Snake Scape.

Para uma análise mais detalhada dos games acesse a matéria em nosso blog https://mangatom.wordpress.com/2016/04/21/cobertura-da-jam-nerd-festival-bring-parte-7/

Música de fundo – The Night of Lukifell, por Vurez
http://ocremix.org/remix/OCR02166

Cobertura da Jam Nerd Festival / BRING – Parte 8 [FINAL]

jnf8

E é isso gente, após 8 posts “consecutivos” chegamos ao fim da cobertura da Jam Nerd Festival, mais precisamente da BRING. Eu realmente não achava que isso fosse se estender tanto, e acreditem teria material para continuar por um bom tempo.

Resolvi encerrar neste texto pois acredito que isso se prolongou muito e seria maçante para os leitores, fora que estamos a basicamente 1 mês focados inteiramente nesta matéria. E ai vem a pergunta, se a pressa era tão grande porque demorou a vir a oitava parte?

Como falei eu tinha muito material em mãos e tive de passar um pente fino, digamos, para selecionar que games apresentar no grand finale. E ai estão, os 3 últimos jogos desse evento incrível. Aproveitem.

Leia o resto deste post

Melhores de 2013!

2013

Bem-vindos a mais um post de melhores do ano aqui no Mangatom, onde mais uma vez eu chamei alguns amigos para começarmos o ano em grande estilo ao apresentarmos a vocês caros leitores os animes e mangas com os quais mais nos identificamos neste ano que deixamos para traz.

Lembrando que as categorias “Melhor Anime do Ano” e “Melhor Manga do Ano” correspondem a obras que os participantes assistiram/leram em 2013, independente do ano em que a obra foi lançada. Ou seja, até mesmo algo de 500 anos atrás seria valido.

E por fim temos a Revelação do Ano, que agora sim corresponde a uma obra iniciada em 2013, podendo esta ser anime ou manga.

Agora sem mais delongas vamos aos textos. Espero que gostem e que as obras indicadas venham a fazer o início desse 2014 mais alegre para aqueles que decidirem correr atrás das mesmas. Leia o resto deste post