Arquivos do Blog

Indie-A-tom: Shio – Vida, morte e lanternas de papel

Sem roteiro dessa vez pois esse é um vídeo especial feito no improviso. Espero que gostem. ^^

Anúncios

Resenha: Panorama do Inferno – A obra definitiva de Hideshi Hino

panorama do inferno

Nada melhor para começar o terceiro dia do nosso especial de Halloween que Panorama do Inferno. Obra escrita em 1990, época a qual não apenas o autor, como também o mercado de quadrinhos de terror, entraram em declínio. Leia o resto deste post

Resenha: Hideout – O Ápice da Loucura

hideout
No segundo dia de nosso especial de Halloween damos de cara com o maior de todos os monstros. Inteligente, cruel, vingativo, audaz e o maior vilão de The Walking Dead. Zumbis? Quem disse isso? Falo do ser humano. Leia o resto deste post

On the Nanquim: Wytches – As bruxas de Scott Snyder

wytches

O halloween está chegando, e para tal preparamos uma serie de textos e vídeos, até mesmo um podcast, somente para comemorar a semana das bruxas, monstros e outros seres que rondam nosso imaginário. Leia o resto deste post

Crônica: Um problema chamado Overwatch

over

É incrível como algo tão simples como um evento de halloween num jogo, o qual eu não tocava a meses, me faria perder a noção do tempo e quebrar a minha promessa de post com no máximo 4 dias de diferença, mesmo que por uma margem tão ínfima. Leia o resto deste post

Especial: Filmes de HALLOWEEN

halloweeeeeeen
É dia das bruxas! Espantos, travessuras e muita gula. Uma época de festas, seja para celebrar os mortos ou curtir ao lado deles, não importa, desde que se encham as sacolas.

Como não temos Trick or Treat no solo tupiniquim todo ano eu comemoro com um bom filme ou quadrinho, geralmente algo rápido que permita uma maratona de um dia. Uzumaki, obra do famoso Junji Ito, havia sido a escolhida da vez, porém meu irmão resolveu passar o fim de semana na casa de minha avó e levou o bendito mangá, fazer o que.

Devido a isso não teremos uma resenha de Halloween este ano, mas sim uma lista contendo títulos que prometem lhe fazer tremer feito gelatina, ou será que deveria dizer “feito uma Bolha Assassina”? (Piada tão podre quanto o filme)

Leia o resto deste post