Arquivos do Blog

Atom 5: Os Melhores Ovos dos Games

Era para ter saído ontem o vídeo, até avisei no Twitter. Mas minha internet caiu e so deu para postar agora, mals ae. Espero que curtam a brincadeira. ^^
Anúncios

Primeiras Impressões: Gigantic Army – Jogando CONTRA com mechas!

Indie-A-tom: Plasma Puncher – Game de porrada BR!

Neste vídeo falamos sobre Plasma Puncher (PC), um jogo de beat ‘em up brasileiro com um twist. Aqui você luta num planetoide, e por isso não a caminhos, apenas uma grande arena em loop.

Indie-A-tom: 1982 – Homenagem aos Clássicos

Neste vídeo falamos sobre 1982 (PC), um jogo de schmup, ou jogo de navinha, que homenageia os clássicos da era de ouro dos videogames, pré-crise de 83. Em sua maioria títulos da Atari.

Primeiras Impressões: Felix, The Reaper – O game da morte com gingado!

Vídeo de gameplay ininterrupto e com comentários dos minutos iniciais do game Felix, The Reaper.

Melhores reviews do Mangatom! (Trailer do Canal – 2018)


Aí está, o trailer do canal Mangatom! Curtiu? Então não deixe de se inscrever!

Indie-A-tom: Shio – Vida, morte e lanternas de papel

Sem roteiro dessa vez pois esse é um vídeo especial feito no improviso. Espero que gostem. ^^

Indie-A-tom: Figment – Uma aventura pela mente humana

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Existem certos momentos da vida em que você se depara com algo único, ou no mínimo diferente das experiências que teve até então. E videogames não é exceção. Sempre vai ter aquele jogo que marcou e que você não consegue encontrar nada igual no mercado, seja para o bem ou para o mal.

Leia o resto deste post

Indie-A-tom: A Bloody Night – Gore pixelado!

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Jogos violentos. Quem não gosta, não é? Tem quem curta atropelar pedestres em GTA, dar uma de psicopata em Postal ou simplesmente ver aquele gore maroto em Dead Island. Mas seria isso o suficiente para se vender um jogo? Leia o resto deste post

Resenha: Fragmentos do Horror

Fragmentos do Horror

Atenção: As imagens do post não refletem a qualidade Darkside. Vou troca-las posteriormente. Apenas tive um problema com minha câmera na hora das fotos.

Antes de começarmos, gostaria de agradecer a DarkSide Books por ter nos enviado o Fragmentos do Horror, uma coletânea de one-shots do mestre do terror Junji Ito. Sem dúvida um dos meus autores prediletos dentro do gênero, possuidor de um estilo único, tanto de narrativa como ilustração.

Leia o resto deste post