Conheça a JUMP – Parte 4: Ittle Dew, The End is Nigh e Stunt Runner

Quarto vídeo da série sobre a plataforma Jump, uma espécie de Netflix onde pagando por mês você tem acesso a mais de 70 títulos indie. Neste falamos sobre 3 jogos, Ittle Dew, The End is Nigh e Stunt Runner.

Anúncios

Indie-A-tom: Downfall – Hotel dos Horrores (+ Sorteio de The Cat Lady)

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Último review do ano! Porém não o ultimo vídeo. Algo que vou entrar em mais detalhes no final do Review de Downfall. Mas antes de prosseguirmos, tenho de parar e falar um pouco a respeito de The Cat Lady, último jogo resenhado. Afinal um é meio que sequência do outro.

Leia o resto deste post

Conheça a JUMP – Parte 3: O Aplicativo

Terceiro vídeo da série sobre a plataforma Jump, uma espécie de Netflix onde pagando por mês você tem acesso a mais de 70 títulos indie. Neste falamos sobre o aplicativo. Coisas como navegação, favoritos e outras funcionalidades.

Indie-A-tom: The Cat Lady – Gatos, Suicídio e escolhas difíceis + Sorteio de key

Atenção: O texto presente aqui é um roteiro de gravação, então, apesar de ser perfeitamente possível ver minha opinião através deste, sugiro assistir ao vídeo pois ele possui leves alterações.

Jogos de Point and Click, ou aventura se preferir, são normalmente bem coloridos, muitas vezes cartunescos e repletos de comedia. Até mesmo aqueles de temática um pouco mais séria, como Primordia, tendem para esse lado light ao menos no enredo.

Leia o resto deste post

Primeiras Impressões: Fish – O jogo de Kubanacan!

Vídeo de gameplay ininterrupto e com comentários do demo do jogo Fish. Um Fish Person Shooter estilo clássico com design parrudo e uma mecânica de gancho de dar inveja ao Bionic Commando.

Conheça a JUMP – Parte 2: Snapshot, Ponny Island e Bebop and Tempo

Segundo vídeo da série sobre a plataforma Jump, uma espécie de Netflix onde pagando por mês você tem acesso a mais de 70 títulos indie. Neste falamos sobre 3 jogos, Snapshot, Ponny Island e Bebop and Tempo.

– IMPORTANTE – Estou sem internet. Leia o texto por favor.

– IMPORTANTE – Para quem ler isso, cara, fudeu. Eu não curto usar palavrão mas eu to meio revoltado pois estou sem internet e não sei quando vou poder resolver isso. Estou desempregado e estava dependendo de outra pessoa para pagar, e infelizmente ela recusou de última hora. Algo aceitável. Eu estou nervoso mesmo é por ter prometido fazer o upload de 2 vídeos essa semana e não poder cumprir com isso. No momento tenho apenas a internet do celular, isso é, até eles cortarem também por ser do mesmo plano.
Hoje, 14/11/2017 eu deveria postar o vídeo review de The Cat Lady + sorteio. Terça seguinte iria sair o review de Downfall, o qual ainda não fiz e eu tenho + de 30 vídeos prontos da JUMP. Porem eu não tenho como fazer upload por meio do celular e eu precisaria baixar os jogos na Steam para poder fazer review, o que infelizmente também é impossível.
Ainda assim, mesmo com as opções escassas, estarei tentando upar ao menos os vídeos da JUMP nesse período, talvez review de mangás / HQs no blog, mas não é certeza. Eu não tenho grana para usar uma Lan House para isso, pois o valor seria absurdo. Esse tipo de local costuma ter internet baixa, ou seja, iria demorar horas, ou talvez nem ficasse pronto em um dia, e se cobra por hora infelizmente. 
Logo a saída seria eu depender de amigos que morem próximo para isso, e como o próprio nome diz, “depender”, eu ficaria à mercê da vontade deles, similar a situação do pagamento, e, portanto, não é certeza. Mas se alguém topar eu poderei fazer o que mencionei apenas no fim de semana.
É isso gente… no mais, se puderem contribuir para melhorar minha situação, o mínimo que seja, se torne um apoiador no Padrim, ou compre algo para você na Amazon aproveitando as ofertas de Black Friday por meio do link do Mangatom. Ambos os links estão ai embaixo, e se não puder nem isso aquela boa e velha compartilhada do canal ou blog com os amigos sempre ajuda. ^^
Padrim: https://www.padrim.com.br/projects/2286
Amazon: http://amzn.to/2z7MAcr

Conheça a Jump – Part 1: Netflix de jogos indie

Primeiro vídeo da série sobre a plataforma Jump, uma espécie de Netflix onde pagando por mês você tem acesso a mais de 70 títulos indie. Neste começo falamos sobre o tempo grátis de teste, registro e outras informações básicas.

Acesse a Jump: https://playonjump.com

Apoie o canal no Padrim: https://www.padrim.com.br/projects/2286

Ou comprando pelo link da Amazon: http://amzn.to/2ygv0Sp

As mentiras que contamos a nós mesmos

Me sinto dormente. Só quero confessar isto, que me sinto dormente. Pra ser preciso, uma dormência mental, pois para certas coisas é melhor viver inconsciente do que se passa ― a isso atribuo o estado de “dormência mental”: a fim de fugir de certas percepções equivocadas e desagradáveis, torna-te dormente, finge-te inconsciente que nem uma pedra. Abafa o sofrimento. Viva como se morto. Pro bem ou pro mal. No meu caso mais pro mal do que pro bem, pois a lá um zumbi filosófico não experiencio o mundo como poderia e tudo isso poda minhas habilidades observatórias, faz de mim menos escritor, e quando não me fogem palavras ou ideias para uma crônica, acho todas elas ruins, parecem um diário, estilo o qual tento fugir ao máximo, mas não consigo, porque até hoje não sei exatamente o que constitui uma crônica, tendo sido as minhas incursões no gênero mais pro lado metafísico, ensaístico, quase, do que adequadamente urbano, igual a maioria. Em resumo, escrever crônicas já me foi mais fácil.  Leia o resto deste post

Indie-A-tom: Shio – Vida, morte e lanternas de papel

Sem roteiro dessa vez pois esse é um vídeo especial feito no improviso. Espero que gostem. ^^